O único (que me faz chorar como uma criança) (Flavia C. da Silva)

O único (que me faz chorar como uma criança)
(Flavia C. da Silva)

Como eu pude tentar…
E ainda não sei o por que…
Mas eu estou chorando feito uma criança.

Eu só gostaria que você soubesse,
A pessoa que eu sou,
Muito mais do que os seus amigos.
Eu vou te amar por mil anos.
É verdade.

Eu não vou jogar friamente,
Deixe-me dizer que já tentei,
Todo o dia e toda a noite,
Suas palavras ficam gravadas em mim.

Quem sou eu pra tentar te enganar.
Eu tenho vivido do meu jeito.
Mas sou apenas uma mulher.
Então me diga como…

Como eu poderia amar outro?
Como você pode dizer que não me lembro?
Deus sabe que eu daria qualquer coisa,
Por apenas mais uma noite juntos.

Hoje eu sinto sua falta mais do que nunca.
Como você pode dizer que não se lembra?
Você é minha única felicidade.
Eu desejarei você para sempre.

É apenas outra noite de sexta-feira,
Para você e seus amigos.
E lá está você diante dos meus olhos.

Duas horas se transformam em 15 minutos
Quando você está aqui.
Eu não quero gritar, pelo menos eu deveria ouvir…
Um sussurro na escuridão desaparecer.
Sinceramente.

Devemos voltar à estrada.
Como Simon e Garfunkel.
Vamos nos casar!
Você é tudo o que eu preciso.

Quem sou eu pra tentar te enganar.
Eu ainda tenho o seu número no meu celular.
E eu não vou dar uma de maldita.
Se eu soubesse como…

Como eu poderia amar outro?
Como você pode dizer que não se lembra?
Deus sabe que eu daria qualquer coisa,
Por apenas mais uma noite juntos.

Hoje eu sinto sua falta mais do que nunca.
Como você pode dizer que não me lembro.
Você é minha única felicidade.
Eu desejarei você para sempre.

Você me pegou chorando como uma criança.
Não há necessidade de mentir.
Há uma centena de fotos sua,
Enchendo o meu disco rígido.

Você me pegou chorando como uma criança.
É como uma multidão selvagem.
Você é o único.
Venha e não desista de mim.

Como eu poderia amar outro?
Como você pode dizer que não se lembra?
Deus sabe que eu daria qualquer coisa,
Por apenas mais uma noite juntos.

Hoje eu sinto sua falta mais do que nunca.
Como você pode dizer que não se lembra?
Você é minha única felicidade.
Eu desejarei você para sempre.

Licença Creative Commons
O único (que me faz chorar como uma criança) de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s