EU PREFIRO A IMPERFEIÇÃO FEMININA

EU PREFIRO A IMPERFEIÇÃO FEMININA

Na semana da mulher, as homenagens chegam num mesmo pacote com cobranças de uma vida perfeita.

Há muitas décadas somos incentivadas a seguir modelos que servem aos interesses empresariais. Atualmente, “a mulher da propaganda de margarina” foi repaginada. É bem sucedida profissionalmente, eficiente socialmente e precisa ter um lar deslumbrante.

São muitas mensagens para comprar cremes, bolsas, sapatos, gadgets e outros produtos, ofertados como passaporte para a felicidade.

É ainda é preciso postar todo dia um sorriso bonito nas redes sociais. Haja disposição, grana e uma boa dose de ilusão para tanta perfeição.

Eu prefiro o direto às pequenas e grandes imperfeições cotidianas. Eu tenho rotina e algumas abstrações. Eu sou coração, corpo, alma e mente. Sou feita de pele, carne, ossos, fibras e sangue nas veias.

Nem sempre acerto. Quero organizar, às vezes só faço bagunçar. Mas eu prefiro buscar a alegria do que a tal perfeição.

Hoje o dia está ensolarado, gostaria de passear, mas preciso trabalhar. Haja malabarismo!

Ontem fui caminhar, o vento fez cócegas no ouvido, o sol bronzeou as células desgastadas. Vi mulheres caminhando. Em cada uma percebi histórias de vida diferentes.

O mundo está povoado de mulheres que trabalham demais. Algumas adoram receitas, outras inventam traquinagens. Há as que promovem festas, outras não perdem festas. Há quem mistura diversas paisagens. Tem quem adora salto alto, roupa apertada, muita maquiagem. Outras não curtem nada disso. E daí?

Os rótulos não se encaixam bem na vida humana.

Há mulheres de crenças, opções sexuais, classes sociais e visões de mundo diferentes, e assim não cabem na idealização de uma mulher perfeita.

Além do mundo “encantado” do consumo, são alarmantes os números de mulheres vítimas de violência. E, por diversos motivos, muitas vezes se demoram vivendo de forma indigna.

E nunca é demais salientar: nenhuma mulher merece ser estuprada ou sofrer qualquer violência.

Em cada canto tem uma mulher tocando a vida, sobrevivendo, amando, trabalhando e vivenciando inquietações. Algumas até tentam a perfeição, mas cedo ou tarde percebem que é melhor uma vida plural.

Foto Regina- estatua (5).JPG

 

Um comentário em “EU PREFIRO A IMPERFEIÇÃO FEMININA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s