Robô ajuda crianças suecas no aprendizado da escrita

Robô ajuda crianças suecas no aprendizado da escrita

(superinteressante)
POR Ennio Rodrigues

robo-aprenderRobô ensina crianças a ler Reprodução/Youtube

É ensinando que se aprende. Esse é, basicamente, o principal conceito por trás do CoWrite Project, do Swiss Federal Institute of Technology (EPFL), em Lausanne, no oeste da Suíça. Os pesquisadores desenvolveram um pequeno robô capaz de engajar crianças na aprendizagem da escrita cursiva.

De acordo com os cientistas, os estudantes são motivados por um sentimento de empatia e proteção em relação ao pequeno andróide. As crianças cumprem um papel semelhante ao de professores, ensinando e corrigindo o colega de classe eletrônico.

Como funciona?

Primeiro, as crianças mostram ao robô como se escreve determinada palavra, usando letras de forma feitas de plástico. O autômato reconhece as letras e tenta reproduzir a palavra em um tablet. Depois disso, a criança é responsável por verificar a grafia, corrigir enganos e passar novamente ao “estudante”.

A ideia é fazer com o que o robô seja “o pior aluno da classe”, o que serve de motivação para as crianças que possuem dificuldades de aprendizado. O EPFL desenvoveu um algoritmo progressivo que prevê melhorias ao longo do tempo para estimular as crianças. O software é usado no robô “Nao”, da empresa francesa Aldebaran Robotics, comercializado normalmente no mercado.

Por enquanto, o projeto é um protótipo e ainda está em fase preliminar de testes. Foi usado em crianças de seis a oito anos, em grupo e separadamente, mas os pesquisadores ainda esperam aumentar a escala de testes para alcançar resultados mais sólidos.

Confira o vídeo oficial do projeto (em inglês):

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s