O que for preciso (Flavia C da Silva)

O que for preciso (Flavia C da Silva)

As pessoas falam…
Sobre o amor.
Sobre suas idas e vindas,
Mas eles não entendem,
Eles não sabem…

Porque eles se sentem presos,
Dentro de si mesmos.
Eles não enxergam a luz,
Que trazem por dentro.

Isso não está certo,
E tudo se move tão rápido.
Eles não sabem o que significa,
O que o mundo tem.

Se quiser voar, voe.
O que for preciso, tente.
Não tenha a dor em mente.
Não se importe com o que
Os outros dizem.
Viva a sua vida,
Tudo ficará bem,
Por que você sabe,
Que não pode esperar mais.

Quando você for,
Para algum lugar.
Saiba que sempre terá alguém.
Que sentirá sua falta.

Isso não está certo,
Nunca se sinta o último.
Você tem que acreditar,
O quanto você tem.

Se quiser voar, voe.
O que for preciso, tente.
Não tenha a dor em mente.
Não se importe com o que
Os outros dizem.
Viva a sua vida,
Tudo ficará bem,
Por que você sabe,
Que não pode esperar mais.

Se você se sentir mal,
Saiba que terá alguém por perto.
E que sem você essa pessoa,
Se sentirá perdida.
É só procurar por perto,
Sinta todo o amor.

Se quiser voar, voe.
O que for preciso tente.
Não tenha a dor em mente.
Não se importe com o que
Os outros dizem.
Viva a sua vida,
Tudo ficará bem,
Por que você sabe,
Que não pode esperar mais.

Licença Creative Commons
O que for preciso de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s