Você pensou errado (Flavia C da Silva)

Você pensou errado (Flavia C da Silva)

Eu vi o que você tentou fazer.
Não sei como pude acreditar,
Em todas as suas artimanhas.
Elas só me fazem confundir.

Você me disse,
Que eu era a única pra você.
Que você me queria,
Tudo isso para eu acreditar,
Que supostamente fosse sua.

Como pude acreditar,
Em tudo o que você disse,
Eu sinto vergonha em saber.
Diga-me quando…
Quando você está com a outra,
Você faz as mesmas coisas.
Você é um completo idiota.

Você se sente um vencedor,
Mas agora eu tranquei a porta.
E suas coisas já estão do lado de fora.
Você pensou errado.
O tolo agora é você.
Não ligue mais pra mim.
Agora a piada é você.
Veja agora quem está com tudo.

Agora você tenta mudar.
Diz que tudo será,
Como um mundo perfeito.
Eu vejo os planos,
Eu sei exatamente o que vai fazer.

Não adianta mudar suas ações.
Você não é um homem de verdade.
Os seus problemas já não são mais da minha conta.
Apesar de saber que agora precisa de mim.

Como pude acreditar,
Em tudo o que você disse,
Eu sinto vergonha em saber.
Diga-me quando…
Quando você está com a outra,
Você faz as mesmas coisas.
Você é um completo idiota.

Você se sente um vencedor.
Mas agora eu tranquei a porta.
E suas coisas já estão do lado de fora.
Você pensou errado.
O tolo agora é você.
Não ligue mais pra mim.
Agora a piada é você.
Veja agora quem está com tudo.

Agora eu vejo em você baby,
Você tenta me dizer que você me quer.
Não pode entrar nessa sua cabeça dura,
Porque eu já vi esse jogo antes e…
Agora eu estou te mostrando a porta
Então cale a boca,
Eu não estou escutando suas mais mentiras.

Desculpe…
Eu achei que você seria um homem de verdade.

Você se sente um vencedor,
Mas agora eu tranquei a porta.
E suas coisas já estão do lado de fora.
Você pensou errado.
O tolo agora é você.
Não ligue mais pra mim.
Agora a piada é você.
Veja agora quem está com tudo.

Você pensou errado,
Veja quem está rindo por último agora.
Desculpe-me.

Licença Creative Commons
Você pensou errado de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s