CHIARA LUBICH E A REVOLUÇÃO DO AMOR

CHIARA LUBICH E A REVOLUÇÃO DO AMOR

“Se tentares viver do amor, verás que nessa terra, convém que faças a tua parte. A outra nunca sabes se virá e nem é necessário que venha. Às vezes ficarás decepcionado, mas nunca perderás a coragem se te convenceres de que no amor o que vale é amar”

Chiara_Lubich-LG.jpg

Escrever sobre Chiara Lubich não é nada fácil, mas tomei a liberdade de assim o fazer porque sua mensagem nos é inevitável, essencial. Além da sua vida e suas ações falarem por si mesma, seus escritos penetram na alma e no coração de quem os lê e interioriza, e muda a forma como você vê e sente o mundo. Não há como entrar em contato com Chiara sem ser transformado, porque a sua metamorfose tem como combustível o amor. Esse amor por nós tão almejado, tão escasso, tão disputado, e ao mesmo tempo tão nosso.

De fato, não há como falar de Chiara sem falar do amor – essa força que a todos une, independente de etnia, ideologia, classe social ou religião. O amor, tal como Chiara nos disse “(…)não é um sentimento simplesmente humano, mas enriquecido por uma centelha divina, chamada caridade, ágape: amor de origem sobrenatural” que nos faz novos, exorta em nós o nosso melhor lado e nos faz desfrutar de uma paz infindável. E é desse amor que sentimos falta em meio a conformidade da caminhada diária, da solidão e do sofrimento em nós já enraizado. O amor se tornou vazio por está cheio demais e se perdeu na variação de significados. Amar é importar-se com o outro, sofrer junto, sorrir junto; é oferecer um abraço, um sorriso, um carinho. Desaprendemos a amar nos pequenos detalhes e procuramos sempre os grandes momentos, a fim de que esse amor seja visto e aplaudido com júbilo por nossos expectadores. O amor se resumiu a notícia e a publicidade.

Mas diferente da grande maioria dos nomes do século passado, Chiara não veio nos angustiar, não veio colocar em nossos corações incertezas, insegurança. Porém, veio mostrar que Deus nos ama imensamente, nos fez perceber as convicções que existem dentro de cada um de nós.

Chiara salientou a importância do sofrimento como forma de amar de forma mais completa Aquele que nos ama de maneira única e perfeita.Aquele que no sofrimento da cruz sentiu-se abandonado pelo Pai, mas que logo se entrega a Vontade d’Ele.

E quantas vezes nós não aceitamos e vivemos bem nosso sofrimento? Vamos murmurando a cada segundo o motivo de nos ter acontecido isso e aquilo, vamos plantando em nosso coração o ódio e a amargura por aquela dor que nos foi acometida, e não percebemos a beleza e a oportunidade que nos é dada de crescer como pessoas, de tornamo-nos mais fortes.

E como amar na dor é difícil! Justamente por estarmos sofrendo não medimos esforços para culpar o outro, para ignorar, desvalorizar, humilhar. Não vemos aquele que se aproxima de nós como um ser humano que deve ser entendido, respeitado, amado, e vamos aos poucos contundindo nosso coração.

Chiara se perguntava a qual ideal dedicar sua vida, qual ideal nenhuma bomba poderia destruir. Ela descobriu que o Evangelho é esse ideal,porque o amor nunca poderá ser destruído.

Chiara nos lembrou da importância do outro para que sejamos nós mesmos.

Chiara lembrou da magnitude que possui a unidade – o unir-se também com os que te caluniam, magoam, machucam – e da força que nos dar o verdadeiro amor, que rompe as barreiras do desespero e da morte.

Imaginem o mundo em que se construiriam mais pontes do que muros? Imaginem o mundo em que o outro seria capaz de dar a própria vida para que você pudesse continuar vivendo? Imaginem um mundo onde todos se sentiriam verdadeiramente como irmãos? Imaginem viver em um lugar onde amor é a regra não a exceção? Seria uma verdadeira revolução: a revolução do amor.

Você deve está pensando agora o quanto essa ideia é utópica e eu lhe digo claramente que não. Tal como o vento que toca teu rosto e a chuva que molha teu corpo, essa renovação é real! Está no rosto de cada um, está na esquina mais próxima e principalmente está gravada em teu coração. Aos poucos as pessoas vão sentindo que necessitam mudar o seu mundo interior para que possa modificar a sociedade que o cerca.

E como você mesmo sabe, o mundo não é sempre uma bela aquarela. Às vezes, você ficará cansado, fatigado, pois nem sempre lhe pagarão o bem pelo bem, mas Chiara também nos fala sobre isso:”Se tentares viver do amor, verás que nessa terra, convém que faças a tua parte. A outra nunca sabes se virá e nem é necessário que venha. Às vezes ficarás decepcionado, mas nunca perderás a coragem se te convenceres de que no amor o que vale é amar”. O amor ao irmão é justamente a mensagem de toda a vida de Chiara, pautados na palavra de Cristo.

É necessário que possamos romper o egoísmo que nos aprisiona para que entremos em uma nova etapa da vida. É necessário que digamos “sim” a cada situação que nos acontece, na firme certeza de que “apenas quem passa pelo gelo da dor chega a inocência do amor”, como Chiara sabiamente disse. Precisamos pegar nossa bandeira e causar a revolução, sem armas, sem aflição, uma revolução feita no coração, começando pelos nossos lares e atingindo todos que nos cercam. E se te perguntarem o que importa nesse turbilhão de coisas que te acontecem, tenha a certeza de que amar importa.

Sinto-me pequena ao falar desse grande universo: um universo novo, justo, fraterno, onde não lhe apontarão armas para ironicamente, manter a paz; onde você é livre para viver de forma plena, verdadeira. Sinto-me pequena para falar da grandeza da vivência do Evangelho e da pessoa de Chiara que acendeu essa pequena fogueira e que agora resta a cada um de nós, com a ajuda de Cristo, mantê-la viva.

Eu acredito nessa revolução do amor e você?

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s