Lembranças (Flavia C da Silva)

As lembranças me acabam,
Vivo enganada,
E dela não espero nada.

Já me acostumei,
A viver desesperadamente.
Tentando me consertar,
De tudo que já sofri.

Unindo a paciência,
De todos os desgostos da vida.

Não vejo outra resistência,
Pois sempre estou caindo,
De encontro ao sofrimento.

Licença Creative Commons
Lembranças de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios