3 da manhã (Flavia C. da Silva)

3 da manhã (Flavia C. da Silva)

Ele diz que está frio lá fora,
E ele está vestindo o meu casaco.
Ele está sempre preocupado com essas coisas.
Ele diz que vai terminar,
E que tudo é culpa minha.
E ele só consegue dormir quando está chovendo.
E ele grita e sua voz é estridente…

Ele diz: amor!
São 3 da manhã e eu estou sozinho!
Quando você diz amor…
Mas eu sinto medo às vezes.
Quando você diz que quando a chuva cai leva tudo
Eu acredito.

Ele tem um pouco de tudo,
‘Deus é melhor do que nada!’
Ele pinta o mundo e acredita
Que o mundo é dele!
Ele jura que a lua está mais alta
Do que de costume.
E ele só consegue dormir quando está chovendo.
E ele grita e sua voz é estridente…

Ele diz: amor!
São 3 da manhã e eu estou sozinho!
Quando você diz amor…
Mas eu sinto medo às vezes.
Quando você diz que quando a chuva cai leva tudo
Eu acredito.

Ele acredita que a vida é feita de tudo o que você está acostumado.
E que o relógio que está preso a parede
Está parado a três dias.
Ele pensa que a felicidade é um tapete
Que está em frente à sua porta.
Mas lá fora está parando de chover.

Ele diz: amor!
São 3 da manhã e eu estou sozinho!
Quando você diz amor…
Mas eu sinto medo às vezes.
Quando você diz que quando a chuva cai leva tudo
Eu acredito.

São 3 da manhã e eu estou sozinho!
Quando você diz amor…
Mas eu sinto medo às vezes.

Licença Creative Commons
3 da manhã de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s