busca · Textos

A VIDA É URGENTE E A FELICIDADE CORREGENTE

A VIDA É URGENTE E A FELICIDADE CORREGENTE

O que nos faz tanto tentar entender isso tudo? somos inconformados com respostas simples e complexas, assim, buscamos nossa particular forma de enxergar aquilo que talvez se quer tenha resposta. É brando afirmar, que tudo há de se ter uma resposta, já que há de se ter uma pergunta ou um questionamento, talvez seja essa a maior teimosia filosoficamente aceitável por todo o decorrer da nossa vida, o eterno ceticismo conjunto com a eterna dúvida, fato é, se a vida nos trás tantas perguntas e não nos dá respostas, talvez encontremo-as em uma das suas maiores adversidades: a morte.

Tem dias que acordamos, e queremos que este dia logo acabe; levantamos, nos olhamos para o espelho e vemos ruínas de uma edificação decadente. vemos ali a vitória, a derrocada e o sofrimento, há horas das quais vemos um ser muito bonito quando nos afogamos no narcisismo momentâneo.

Saímos na rua e a neblina com seus tristes pejos acalantada por um sol alaranjado que não transmite calor é somente pura luz furta-cor, nos afaga mas de nada trás além do tédio de ver o mundo com tamanho penar.

Aliás, a vida… esta mesmo na qual lhe faz ler as palavras, de que valeria ela sem a tristeza dos dias monótonos? talvez a vida, ou a resposta para o que ela seja esteja na nossa maior obstinação: a felicidade (ou a morte).

Ora! lhe explico, a vida é urgente! dormirmos e acordamos pela felicidade, pra que ela nos presenteie como uma mulher presenteia um homem ao acorda-lo de manhã numa cama branca de paredes cor creme. a sensação da vista embaçada, da vista embaraçada, da beleza ali exposta, emoldura-se em nossa mente, como um quadro ou um troféu que nunca é convidado a se retirar, nós o retiramos se quisermos e usamos para nosso triunfo sempre que possível dentro de nós, como títulos e diplomas que temos em nossa posse, assim como disse Foucault.

Ora, suplico! a vida e a felicidade são urgentes! não vivemos para sermos tristes, então vivemos para a felicidade, nem mesmo sua neutralidade é aceita somente esta conformada.

A felicidade não gosta de ser buscada, ela gosta de vir, de nos sensualizar, faz nos sentirmos excitado a ter-la, a dominá-la. propicia-nos picos de alegria, êxtase e na mais cafajeste das atitudes humanas, deixa-nos despidos em nossa cama como quem acorda de um sonho erótico, nos impossibilita até de pergunta-la seu endereço.

40dc285606e2281b3dce2478a84ff317.jpg

Fruto de nós mesmo, hei de parecer um pouco conosco, seu temperamento fosco expressa o orgânico de nossos corpos, daquela que se decompõem e ressurge como as rosas. elas nunca acabam morrem umas, nascem outras porém nenhuma delas são iguais.

As felicidades, personificadas ao meu ver, são paixões de nossas vidas daquelas que trazem sentimentos dicotômicos mas em sua raiz tão semelhantes, novamente: como as rosas são.

Parece tão masoquista essa questão, mas afinal, a vida é sim masoquista! até no mais fundo dos poços vemos otimismo, acreditamos que a felicidade logo virá e nos salvará daquela amargura que tortura é viver sem tua companhia, não é? talvez seja artifício do nosso subconsciente pra nos fazer resistir, afinal, ele é apaixonado por essa tal felicidade.

Então a felicidade é a vida, ou a vida trás a felicidade e juntamente-te a felicidade trás-se a vida de mãos dadas, estas pulam e agitadas nos fascinam como crianças no parquinho de diversões, porém, inocentes nada são, só nós os pais delas, que vemos seus gestos mas não seus pensamentos, que na verdade são, suas armadilhas condensadas.

São periódicas, como as festas de fim de ano. acabam mas ano que vem, logo elas voltam… ou não! mas quando elas não mais voltarem, quer dizer que se a felicidade acaba, a vida acaba também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s