Íntimos (Flavia C. da Silva)

Íntimos (Flavia C. da Silva)

Você não é bom pra mim.
Por que eu conheço o seu tipo.
E quando você está por perto,
Me sinto confusa.
Você não é bom pra mim.
Eu acho que me apaixonei por você.

Você me tem na hora que quiser.
Ninguém me fez sentir desse jeito.
Você talvez pense que estou mentindo.
Que estou te usando como merecia ser.

Você me tem quando toca o meu corpo.
Eu digo que nosso amor é perigoso,
Mas fico feliz que somos tão íntimos.
Eu tenho você quando toco o seu corpo.
Eu prefiro ser complacente,
Mas fico feliz que somos tão íntimos,
Somos tão íntimos.

Você não é bom pra mim.
Todos os meus amigos pensam que sou louca.
Por que estou pensando em nós ultimamente,
Mas se eu realmente pudesse,
Eu me esqueceria de você.

Você me tem na hora que quiser.
Ninguém me fez sentir desse jeito.
Você talvez pense que estou mentindo.
Que estou te usando como merecia ser.

Você me tem quando toca o meu corpo.
Eu digo que o nosso amor é perigoso,
Mas fico feliz que somos tão íntimos.
Eu tenho você quando toco o seu corpo.
Eu prefiro ser complacente,
Mas fico feliz que somos tão íntimos,
Somos tão íntimos.

Minha mãe me pegou chorando, chorando.
Por que eu não vou encontrar alguém que é real.
Eu quero alguém que é real.
Por que toda vez eu tento, tento correr.
Mas a vida continua ganhando rápido de mim,
Mas desde que eu te conheci
Eu não podia acreditar no que você fez.
Então me conforte, não me apresse.

Eu quero continuar tocando seu corpo.
Eu digo que o nosso amor é perigoso,
Mas fico feliz que somos tão íntimos.
Eu tenho você quando toco o seu corpo.
Eu prefiro ser complacente,
Mas fico feliz que somos tão íntimos,
Somos tão íntimos.

Eu não estou tentando falar nada.
Por que estou tentando te amar loucamente.
Coloque mais de você dentro do copo.
E beber até que você entorpece a minha dor.
Eu tenho você quando toco o seu corpo.
Eu digo que o nosso amor é perigoso,
Mas fico feliz que somos tão íntimos.

Licença Creative Commons
Íntimos de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s