Comportamento · cultura

CADA UM OFERECE AQUILO QUE TEM

CADA UM OFERECE AQUILO QUE TEM

As pessoas não te querem ver melhor do que elas. Elas podem até querer o teu bem, mas nunca que o teu bem seja melhor do que o dela. Existirá a pessoa que realmente torça e festeja com maior vibração a vitória do outro?

pexels-photo-30342.jpg

A maioria das pessoas dizem-nos sempre, em tom cordial, que desejam o melhor do mundo para nós. Porém, elas não dizem que esse “melhor” não pode ser mais significativo do que o dela. As pessoas urram por um desesperado status que as coloquem sempre em evidência cada vez mais do que o outro.

Muitas delas desejam-lhe sorte naquele novo projeto, naquela compra que pretende fazer, naquela viagem dos sonhos que tenciona desde a adolescência a realizar; mas que, outra vez, elas não transparecem a necessidade de que tudo o que ela sonha e almeja venha primeiro que o seu.

Confiar em alguém é como mergulhar de cabeça num profundo oceano escuro e denso. Revelar-se para todos, ou apenas um, é descascar-se ao ponto de não haver mais casca nem fruto. É preciso entrega, partilha e sentimento. Todavia, para confiar em alguém, é preciso inteligência e tempo. Ninguém deve mergulhar-se num mar escuro sem antes verificar se a água é suportavelmente segura, ou se a coragem do impulso é equiparada ao pulo. Antes de envolver-mo-nos com alguém é preciso saber lidar com o inesperado, com os anseios, com as perguntas.

É extremamente difícil colocar sua felicidade nas mãos de um desconhecido. Muitas das vezes achamos que conhecemos bem o nosso companheiro, nosso amigo, nosso vizinho, ou colega, mas a verdade é que todos nós temos um lado que não mostramos, e, se mostramos, não tencionamos deixar patente. Confiar em alguém é o mesmo que confiar em si próprio. Estaria disposto a confiar em si duas vezes?

A maioria das pessoas preferem festejar o nosso fracasso de camarote, ali do lado, dizendo que lamenta muito, e que logo passa — mas que por dentro urra de prazer. Há pessoas que riem, internamente, para que tudo aconteça mais e mais com maior intensidade. Parece macabro, mas é a realidade humana.

As pessoas não te querem ver melhor do que elas. Elas podem até querer o teu bem, mas nunca que o teu bem seja melhor do que o dela. Existirá a pessoa que realmente torça e festeja com maior vibração a vitória do outro?

É preciso crer na espera. É preciso cultivar, diariamente, o amor por si mesmo e pelo próximo. É preciso colocar em prática a empatia enferrujada. É preciso desnudar-se das mazelas que nos divergem, e que nos retém. É preciso, sempre, dar as mãos aos sonhos alheios para que os nossos possam voar.

Do que adiante ser tão pleno e realizado apenas para o outro e não para si mesmo? A maioria das pessoas vivem os seus sonhos para os outros e não para si mesmas. As pessoas fazem das suas vitórias troféus públicos para que todos possam apreciar. Porém, para estas pessoas, apenas resta a impossibilidade de realização própria. Vivem tão preocupadas em mostrar que têm, que sabem, que podem, que compram, que vão, que comem, e acabam se esquecendo que o melhor de todas estas coisas é colocar-se em primeiro lugar antes de pensar mais nos outros. É impossível ajudar outra mão quando uma está imóvel.

É preciso criar um vínculo com o eu-próprio para que o eu-com-o-outro seja melhor. Quando plantamos sementes de bem no jardim de outras pessoas colheremos sempre a gratidão no terreno fértil da vida.

A gente deve querer o nosso próprio bem para que a liberdade de conquista do outro seja alcançada. É difícil viver num mundo onde apenas um pode conseguir e realizar. A maioria das pessoas não te querem ver bem porque você se realiza para si , e não para os outros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s