O MEDO NOSSO DE CADA DIA DE SER FELIZ

O MEDO NOSSO DE CADA DIA DE SER FELIZ

É muito triste entregar o coração envolto em papel de seda perfumado e perceber que o nosso melhor e mais verdadeiro e profundo pouco ou nada importa ao ser amado. É muito triste perceber quando aprendemos na prática que amor não correspondido é a poesia mais desoladora que escreveram neste mundo.

dicas-mulher-mais-confiante-poderosa_0.jpg

Muitas vezes tememos mais a felicidade do que a infelicidade. Em alguns casos , sem nos darmos conta, nos sabotamos porque depois que passamos por muitos dramas que deixam traumas , preferimos a tranquilidade à felicidade. Preferimos ficar no nosso canto, sem tocar e sem ser tocado por ninguém.

Muitas pessoas que parecem duronas e distantes passaram por experiências tão dolorosas que optaram por se fecharem para evitarem novas decepções , novas entregas a destinatários que recusam e devolvem as encomendas. É muito triste entregar o coração envolto em papel de seda perfumado e perceber que o nosso melhor e mais verdadeiro e profundo pouco ou nada importa ao ser amado. É muito triste perceber quando aprendemos na prática que amor não correspondido é a poesia mais desoladora que escreveram neste mundo.

Amar sem ser amado é como andar por tempo indeterminado num deserto. François Mauriac já estabeleceu esta metáfora há muito tempo ao intitular o seu célebre livro sobre um amor malogrado com o nome O deserto do amor. A sensação é esta mesmo: estar perdido no meio do nada.

Quando algumas feridas fecham superficialmente , achamos que está tudo bem, pensamos que superamos . Mas só superamos quando conseguimos nos abrir novamente para novas experiências. Só superamos mesmo quando a palavra amor não faz a gente tremer de pavor , desejando apenas nos esconder de tudo e de todos num canto escuro. Só superamos quando não imaginamos odiar tudo aquilo que mais amamos. Quando não fugimos de tudo aquilo que mais desejamos tomar em nossos braços. Quando não negamos a nós mesmos.

Evidentemente , algumas pessoas vivem muito bem sozinhas. Nem todo mundo necessita do amor erótico para se sentir bem. Não me refiro a este tipo de situação. Me refiro a quem realmente precisa , a quem realmente deseja viver uma parceria amorosa. Para alguém que deseja viver uma relação amorosa, para alguém que considera a relação amorosa algo essencial, faz -se necessário lutar contra certas feridas que marcam a pele da alma.

Se para alguns viver em paz basta , para outros é preciso continuar insistindo na procura do amor. É preciso continuar buscando forças para começar tudo mais uma vez, com a mesma fé , com a mesma doçura da primeira vez. Se a gente for parar para pensar , todo amor é primeiro de alguma forma.

Um comentário em “O MEDO NOSSO DE CADA DIA DE SER FELIZ

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s