DESCULPE-ME, MAS SIMPATIA FORÇADA NUNCA FOI O MEU FORTE

DESCULPE-ME, MAS SIMPATIA FORÇADA NUNCA FOI O MEU FORTE

Por mais que queiramos ignorar, por mais que tentemos não nos importar, apesar de todos os nossos esforços em aturar aqueles que insistem em ser a discórdia onde estiverem, é impossível sorrir o tempo todo ao seu lado, fingindo o oposto do que sentimos.

Neve Caindo Blog Tumblr.jpg

Sim, é necessário mantermos uma relação minimamente cordial com as pessoas com quem temos de conviver, uma vez que não poderemos estar acompanhados de quem gostaríamos em todos os lugares e em qualquer ambiente em que estivermos. Não raro, no local de trabalho, em reuniões familiares, na roda de amigos, não conseguiremos fugir à convivência com pessoas desagradáveis. Isso não significa, no entanto, que precisaremos forçar uma amabilidade exagerada com elas.

Algumas antipatias que possuímos em relação a certos indivíduos realmente não têm explicação, são casos em que, como dizem, o nosso santo não bate de jeito nenhum, mesmo sem ter acontecido nenhuma desavença entre nós e eles. Porém, existem aquelas pessoas que simplesmente pedem para ser alvo de raiva, desconfiança e desprezo, pois exalam falsidade, espalham maldade e vivem para perturbar a tranquilidade de quem puderem.

Por mais que queiramos ignorar, por mais que tentemos não nos importar, apesar de todos os nossos esforços em aturar aqueles que insistem em ser a discórdia onde estiverem, é impossível sorrir o tempo todo ao seu lado, fingindo o oposto do que sentimos. Uma ou outra hora, perderemos a paciência, soltando tudo o que ficou guardado sob o peso de uma cordialidade forçada e teatral. Quanto mais fugirmos, mais chances teremos de explodir na hora errada, com quem não merece.

Não poderemos falar tudo o que pensamos a quem bem entendermos, nem conseguiremos ser sinceros o tempo todo, pois as relações implicam também concessões e tolerância, sendo a paciência uma de nossas melhores aliadas nesse processo. No entanto, somente manter presos, dentro de nós, nossos incômodos, acabará por minar nossa saúde física e mental, bem como fará com que nos apaguemos enquanto pessoa frente aos mandos e desmandos alheios.

Prefira sempre a cordialidade comedida, quando estiver junto a pessoas com quem você não simpatizar, sem usar de falsidade, forçando demonstrar o oposto do que sente, pois isso o colocará no mesmo nível que elas. Mantenha a sintonia da verdade dentro de seu coração, para que sua essência então se afine com aqueles que devolvem sinceridade e inteireza, sem afetação. Não é preciso ser simpático com quem não se tem afinidade, afinal, o que temos de melhor deve ser compartilhado com gente do bem, gente de verdade. Aos demais, uma cara de paisagem bastará.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s