Se eu te der a minha vida (Flavia C. da Silva)

Eu me apaixonei por uma voz no ar da meia-noite.
Deslizando pelo quarto ele estava me estudando.
Uma coisa tão simples de se fazer.

O toque de sua mão,
Uma pergunta…
Se eu te der minha vida,
Você deixaria escapar,
Através de seus dedos,
Como água no deserto.
Se eu te dei meu coração,
No fundo da noite,
Você a seguraria como uma vela dando-lhe luz.

Dias caíram em anos,
Memórias do pôr-do-sol.
Estando sob a ponte,
Ele estava me preocupando.
Uma coisa simples a fazer.

O alcance de sua mão,
Conexão…
Se eu te der minha vida,
Você deixaria escapar,
Através de seus dedos,
Como água no deserto.
Se eu te dei meu coração,
No fundo da noite,
Você a seguraria como uma vela dando-lhe luz.

A vida foi para longe de sua voz no ar da meia-noite.
Deitado no chão iluminado pela lua,
Ele estava olhando para mim.
Uma coisa simples a fazer.
Tão simples como a forma como ele desaparece.

Se eu te der minha vida,
Você deixaria escapar,
Através de seus dedos,
Como água no deserto.
Se eu te dei meu coração,
No fundo da noite,
Você a seguraria como uma vela dando-lhe luz.

Licença Creative Commons
Se eu te der a minha vida de Flavia C. da Silva está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios