SERÁ QUE O MAIOR CONTO DE FADAS É A NOSSA VIDA MESMO?

SERÁ QUE O MAIOR CONTO DE FADAS É A NOSSA VIDA MESMO?

A nossa mente é mais criativa do que qualquer autor de história infantil. Ela inventa tanto ou mais do que quem cria todas essas histórias fantásticas. E o único problema disso é não sabermos a diferença entre o que é real e o que é fantasia. E ainda por cima sofrermos quando descobrimos que as fantasias são fantasias de verdade. Tudo de mentira.

contos-de-fadas-tricae.jpg

Estou fazendo esta pergunta porque não sei, mas desconfio que a história mais fantasiosa que vamos conhecer é a da nossa vida.

E sabe por que eu falo isso? Porque um conto de fadas é um conto de fadas. Nós sabemos que tudo ali é criado mesmo e que, mesmo não tendo nem pé nem cabeça, está certo. Num conto de fadas pode tudo. Nada nos aborrece. E se aborrece, no fim se resolve. Num conto de fadas, o sapo vira príncipe, a bruxa voa, a mulher perde o sapato e encontra o amor da vida, o gênio realiza pedidos, os animais falam. Como sabemos que é tudo inventado, não tem problema se não fizer sentido.

Agora, a nossa vida é outra história. É normal acharmos que tudo é de verdade mesmo quando estamos projetando um monte de coisas. Alguém se veste de um jeito ou ouve um certo tipo de música, você já deduz tudo sobre a pessoa. Não se dispõe a conversar e já sente que conhece bem esse tipo. Perde momentos, perde pessoas, perde encontros. Perde até histórias. Mas é que contra fatos não há argumentos e aprendemos que tudo o que faz sentido dentro da nossa cabeça representa a realidade.

conto-de-fadas(1)-thumb-800x600-143910.jpg

A nossa mente é mais criativa do que qualquer autor de história infantil. Ela inventa tanto ou mais do que quem cria todas essas histórias fantásticas. E o único problema disso é não sabermos a diferença entre o que é real e o que é fantasia. E ainda por cima sofrermos quando descobrimos que as fantasias são fantasias de verdade. Tudo de mentira.

Nos relacionamos com os outros esperando que satisfaçam nossas vontades, criamos um roteiro e, caso alguma coisa saia do planejado, nos sentimos perdidos. Como não temos a garantia do final feliz, nos desesperamos e inventamos mais medos para levar conosco na bagagem. Esperamos que os outros nos libertem das armadilhas que nós mesmos criamos. Muitas vezes, nem temos coragem para pedir ajuda; esperamos que eles adivinhem. Acreditamos tantos nos filmes que qualquer parte da vida que não tenha um final feliz é uma história que tem que ser descartada para não atrapalhar o todo. De novo, perdemos.

Vivemos nos esbarrando, olhamos de relance, não sorrimos para quem está do nosso lado e se alguém nos perguntar é capaz de respondermos que estamos fazendo nosso melhor e que o problema é que os outros não nos compreendem.

Crescemos e, a medida que vamos ficando mais sérios, vamos ficando sem muita noção da realidade. Construímos castelos de areia e esperamos que se mantenham em pé depois de uma guerra.

Somos príncipes e princesas que não sabem direito para onde ir e qual é o nosso papel nessa história toda. Buscamos sentido, batemos cabeça e nos esquecemos de muito do que nos faria feliz.

Queria-viver-um-conto-de-fadas.jpg

Queremos encontros e não saímos da busca.
Queremos amor e não olhamos no olho.
Queremos paz sem saber o que isso significa direito para nós.
Falamos muito e não dizemos nada.
Sorrimos quando estamos irritados só para ninguém se aborrecer. E nos esquecemos que fazendo isso, não estamos sendo honestos, principalmente, conosco.

Exigimos o melhor do outro mas o quão dispostos a dar nosso melhor realmente estamos?

E é por isso que perguntei sobre o conto de fadas lá em cima. Eu não sei e talvez eu nunca descubra a resposta certa mas desconfio que a maior fantasia seja mesmo a história que a gente conta para a nossa vida.

A única diferença, como eu já disse, é que na nossa vida não sabemos separar a fantasia da realidade. Só que chega uma hora em que, mesmo no conto de fadas, a personagem principal acorda.

Então, que tal despertarmos e escolhermos olhar com verdade para o que estamos fazendo com a nossa vida?

É só uma sugestão e ainda não sei aonde vai dar mas sinto que ir para esse lugar é ir para uma casa muito mais real do que qualquer reino mágico.

dc7abe4ef6b77683cfbdf46b02a50c08.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s