O mundo está mais pacífico que no ano passado, mostra pesquisa

O mundo está mais pacífico que no ano passado, mostra pesquisa

Islândia segue como a nação menos violenta do mundo. Veja quais são os países mais pacíficos de 2017 (e os menos) em um mapa:

Apesar dos conflitos armados e ataques terroristas que vêm dominando o noticiário nos últimos meses, o mundo se tornou um local levemente mais pacífico na comparação com 2016. É o que mostra o Global Peace Index 2017, estudo conduzido pelo Instituto para Economia e Paz e que avalia quão pacífico o planeta está.

Pesquisa

A pesquisa investiga 163 países. A partir da análise de 23 indicadores, como os níveis de segurança interna, a extensão dos conflitos domésticos e internacionais nos quais um país está envolvido e seu grau de militarização, divididos em 3 categorias.

Com os resultados, é produzido um ranking que mostra quais são os mais pacíficos e quais são os que vivem as maiores instabilidades. Quanto mais baixa for a pontuação de um país, mais estável ele é.

Resultados

E a edição 2017 do estudo trouxe algumas novidades: 93 países melhoraram seus níveis de paz no último ano, enquanto 63 observaram a piora de suas situações internas. A República Centro-Africana é o país que mais cresceu nesta edição do ranking e a Etiópia é o que registrou a maior queda na classificação.

Entre as regiões do globo, seis estão mais pacíficas que em 2016 e a Europa segue firme na primeira posição. A novidade é a ascensão da América do Sul para a quarta posição, ultrapassando América Central e Caribe. Na contramão está a América do Norte, que registrou o pior desempenho, seguida da África subsaariana e Oriente Médio e Norte da África.

Globalmente, no entanto, o mundo está mais violento que há dez anos. Nesse contexto, o indicador que apresentou a maior deterioração é o que mede os impactos de atos terroristas, com 60% dos países apresentando piores níveis dessa atividade que em 2008.

Ranking

A Islândia segue na primeira posição como o país mais pacífico do mundo. No topo do ranking, vale notar foi a Finlândia o local que caiu mais posições na comparação com 2016, de 11º para 17º, e a Hungria o que mais avançou, de 19º para 15º.

Já nas últimas posições, onde estão os países mais instáveis, a Síria segue com o pior desempenho. Apesar das melhoras observadas na situação da República Centro Africana, vale notar que esse segue entre aqueles mais instáveis.

O Brasil permanece no mesmo lugar de 2016, 105º, ficando atrás de países historicamente violentos e pobres, como Honduras e Haiti, e outros no continente africano, como Libéria e Angola.

Dentre os 163 países avaliados, EXAME.com reuniu os países mais pacíficos e os mais violentos neste mapa interativo. Vale observar que o Brasil foi incluído para fins de comparação.

 

Este conteúdo foi originalmente publicado em Exame.com

Anúncios

Autor: fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s