Busca

A Palavra

Só mais um site WordPress.com

Autor

fcrissilva

"Eu sou o tudo. Eu sou o Nada. Sou os livros que li, os momentos que passei, eu sou os brinquedos que brinquei, e os amigos que conquistei. Sou o amor que dei, e os amores que tive, as viagens que fiz, e os esportes que pratiquei. Sou minha matéria preferida, minha comida predileta, essa sou eu...eu mesma, será que vais entender? Sou o ódio resguardado, sou os sonhos realizados, os objetivos alcançados. Eu sou o meu interior, mas tambem meu exterior. Sou um conjuntos de fatores que você não pode entender. Sou a saudade, os abraços que já dei, eu sou o passado, mas também o presente e o futuro, sou os meus atos. Sou o perfeito, Mas também sou o imperfeito. Sou o contraste e a contradição. Sou a complexidade do mundo. SOU O QUE NINGUEM VÊ."

SOBRE AQUELE SENTIMENTO QUE NOS PROVOCA

(obvious) POR .MARIBLUE. Essas palavras brotaram do fundo da alma... Ainda que elas não atinjam a magnitude desse grandioso sentimento humano, aí estão para dar vazão à expressão de mais um coração entre milhares... Nenhum outro sentimento no mundo nos provoca... Continue lendo →

Anúncios

QUAL SUA DESCULPA HOJE?

(obvious) por Ahas 350 mil anos de evolução para ainda nos autoenganar “Zona de conforto” é um termo bastante comum designado a pessoas que estão acomodadas e não se arriscam ou inovam. Este nome não é à toa. Pois conforto é... Continue lendo →

POIS QUEM QUER, “DÁ SEUS PULOS”

(obvious) por textos, poemas, reflexões e boa conversa Quem deseja, cria, reinventa o tempo-espaço, flexibiliza sua agenda. Eu mesmo já fiz ou presenciei casos lindos de pessoas que se esforçaram para estar na presença de alguém querido. E não estou falando... Continue lendo →

DOM QUIXOTE É A SOMBRA DO QUE FOI CERVANTES

(obvious) por Profeta do Arauto Quais são os limites entre a sanidade e a loucura? Simples: basta seguir os infindos mandamentos expostos na padronizada cartilha social, que a sanidade é facilmente compreendida pelos, também, dementes; no entanto, a loucura..!; ora, a... Continue lendo →

RITA: A SOLIDÃO DE UMA PROFESSORA

(obvious) por Fernanda Villas Boas Rita é uma série dinamarquesa dirigida por Christian Torpe para a Netflix que obteve grande sucesso no exterior e no Brasil.Em quatro temporadas, a série segue a trajetória de uma professora rebelde, querida pelos alunos, imatura... Continue lendo →

Coloque tudo em mim (Flavia C. da Silva)

Quando você está sozinho e olha pela porta, E não vê nada. Se doer e você não aguentar mais, Coloque tudo em mim. Não, você não precisa manter tudo trancado. Porque eu nunca vou te decepcionar. E você nunca vai... Continue lendo →

MACHADO DE ASSIS JÁ DIZIA: “NÃO PRECISA CORRER TANTO; O QUE TIVER DE SER SEU ÀS MÃOS LHE HÁ DE IR”.

(obvious) por Pamela Camocardi Não existe essa de “pessoa certa na hora errada”. Inventamos isso para justificar nossas escolhas erradas e para tentar convencer a própria consciência de que a culpa não é nossa, é da vida. O que existe é... Continue lendo →

NA SUA LISTA DE PRIORIDADES, QUAL É A SUA POSIÇÃO?

(obvious) POR PAMELA CAMOCARDI Priorizar-se não é ser egocêntrico, é apenas entender que a sua dor é tão importante quanto a do próximo. Que os seus sonhos são tão grandes quanto à de seus familiares e que a sua felicidade é... Continue lendo →

BOLINHO DE CHUVA COM CAFÉ NUM FIM DE TARDE CINZA

(obvious) por Sílvia Marques Este texto é uma ficção. Fritei mais uma porção de bolinhos de chuva enquanto o café era coado. A casa recendia à família. Limpei as mãos engorduradas e maternais no avental florido e meigo. Mas se limpasse... Continue lendo →

WordPress.com.

Acima ↑